menu

4 dicas práticas para reduzir o tempo e o custo de entrega

Em: Entregas
4-dicas-praticas-para-reduzir-custo-de-entrega

Obter excelentes resultados de vendas não é apenas uma preocupação do varejo, segmento que está na ponta da cadeia de abastecimento. Hoje, a indústria também acompanha de perto a chegada de seus produtos no ponto de venda e monitora se a entrega é executada de forma efetiva. Para conseguir acompanhar o processo de saída da mercadoria até a chegada ao cliente, a indústria passou a exigir mais de seus distribuidores. Sendo assim, como você, atacadista distribuidor, pode melhorar esta operação e, de quebra, reduzir o tempo e o custo de entrega das mercadorias?

A resposta está em realizar uma gestão inteligente que acompanhe todo o processo de entrega, desde quando o caminhão sai do centro de distribuição até o motorista efetuar a entrega no cliente. Com o acompanhamento dos entregadores, o gestor pode avaliar as ações e rever, se for o caso, o processo e os comportamentos da equipe. Acompanhe estas dicas:

1) Monitore as entregas de forma online

O monitoramento de entregas possibilita ao gestor de logística saber em qual cliente o entregador está e qual é o status das cargas: se já chegaram no cliente, se estão esperando o descarregamento ou se a entrega já foi concluída. Dessa forma, o gestor pode saber quanto tempo um motorista leva para ir do cliente A para o B e até quantas horas ele levou para efetuar todas as entregas durante um dia de trabalho. Isso com o objetivo de, se necessário, traçar roteiros otimizados, de forma que a frota fique menos tempo parada no trânsito e os motoristas demorem menos na estrada. Além de economizar combustível, reduzir o gasto de pneus e o custo de entrega de forma geral.

2) Saiba quantas entregas tiveram devolução ou avaria

O gestor pode ser informado pelo motorista logo depois que ele realiza o descarregamento da carga no cliente por meio de um telefone através de um sistema mobile. Dessa forma, é possível analisar qual foi o motivo da avaria, se foi por a mercadoria ter sido mal embalada ou porque ficou mal posicionada no caminhão, por exemplo. Além de ganhar tempo para conseguir planejar e solicitar uma nova entrega com a mercadoria correta e intacta.

3) Documente eletronicamente suas entregas

Ao documentar as entregas eletronicamente, o risco de haver perda de informação ou confusão é reduzido. O motorista pode digitalizar uma nota fiscal tirando uma foto após ser assinada pelo cliente, por exemplo, evitando erros no processo de arquivar os dados. O procedimento de registrá-los manualmente, além de ser mais demorado, é passível de erros de digitação, como em valores e datas, gerando confusão no fechamento do financeiro.

4) Obtenha uma tecnologia específica para a gestão das entregas

Ao acompanhar em tempo real o status das mercadorias por meio de uma ferramenta de gestão de entrega, o gestor pode analisar as performances de cada motorista para, se houver necessidade, realizar treinamentos para promover um melhor aproveitamento do tempo.

Investir em ações que melhorem a gestão de tempo e custo de entrega da sua empresa é sempre um investimento para que o processo logístico seja mais eficiente, garantindo também a satisfação dos seus clientes!

Gostou do nosso artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Outras novidades

25.10.2017
O mercado de distribuição logística de suprimentos está orientado a dados. Essa é uma tendência muito ligada à tecnologia, cada dia mais disponível e fácil de implementar. É aí que os KPIs, ou indicadores-chave de desempenho, em bom português, entram em cena - e é sobre eles que...
11.10.2017
Quando se trata de gestão de custos logísticos, é muito importante ter em mente que 12,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil é consumido com a logística, segundo levantamento divulgado pela
27.09.2017
A gestão de frotas de caminhões em um atacado distribuidor apresenta um conjunto único de desafios.
Todas as novidades