menu

Gestão de frotas: como evitar a ociosidade?

Em: Entregas, Gestão
gestao-de-frotas

A gestão de frotas de caminhões em um atacado distribuidor apresenta um conjunto único de desafios.

Sem tempo de ler agora? Experimente ouvir o artigo, é só clicar no player abaixo.


 
Os custos de combustível, manutenção, segurança dos motoristas e uso dos veículos estão entre as muitas preocupações que tiram o sono dos gerentes de logística.

Mas há um obstáculo que leva a maiores dores de cabeça do que os outros — a logística de distribuição. Essa atividade é essencial para manter a operação funcionando da maneira mais eficiente e com os menores custos.

E para que você saiba como otimizar a distribuição de caminhões e evitar a ociosidade, abaixo, explicamos como utilizar o CEP de entrega como base para melhorar o processo de roteirização e gestão de frotas. Vamos lá?

Qual a importância de um processo de roteirização eficiente?

 

A logística em um atacado distribuidor é essencial para o sucesso do negócio. O processo de distribuição e entrega gera altos custos e está diretamente ligado à satisfação do cliente — ponto fundamental para fidelizá-lo e mantê-lo como consumidor da empresa.

Contudo, a gestão de frotas gera altos custos, que envolvem desde o combustível para os veículos até pequenas manutenções, como a troca dos pneus, e, se não forem bem gerenciados, podem representar um problema para a operação e o caixa da empresa.

Com isso, os gestores de frotas enxergam a importância de acompanhar a roteirização e buscar maneiras de torná-la cada vez mais eficiente. Isso porque, mesmo que os processos internos sejam bem estruturados, o risco de problemas e atrasos é grande se o controle de entregas não for bem feito, o que impacta diretamente no sucesso do negócio.

Mas então, como otimizar a distribuição de caminhões com a gestão de frotas?

 

Uma logística eficiente, que envolva o planejamento dos roteiros, garante que haja mais cargas para compor suas rotas. Com isso, há um aproveitamento da frota, reduzindo a ociosidade de veículos e motoristas ao realizar as entregas e aumentando os lucros.

Isso porque, ao aproveitar melhor o percurso de entrega, é possível otimizar o transporte, reduzindo os custos fixos desse processo. Para tanto, você pode usar o endereço de entrega e criar uma rota simples, bastando considerar os seguintes pontos:

  • Separe os veículos de acordo com a rota de entrega: para quem tem uma frota com veículos diversificados, para transportes diferentes, é importante fazer um planejamento levando em consideração o volume de carga que será destinado a cada caminhão. Assim, nenhum veículo terá sua capacidade subutilizada ou ficará sobrecarregado, otimizando seus gastos e reduzindo custos. Isso também ajuda na hora de fazer avaliações quanto ao desempenho geral dos veículos e motoristas no processo logístico;

 

  • Defina rotas fixas: você pode criar roteiros fixos, que incluem aqueles clientes com entregas regulares localizados em uma mesma região. Assim, sempre que houver pedidos deles, não será preciso fazer o planejamento da entrega do zero: basta alocar o pedido à rota definida para aquele ponto e acionar a logística;

 

  • Tenha um calendário de entregas: com um bom software para auxiliar no processo de roteirização e gestão de frotas, você pode definir um calendário para aumentar a eficiência das entregas, fugindo das restrições e dos horários de pico no trânsito. Isso também aumenta a satisfação do cliente, que vai saber quando seus pedidos serão entregues. Um bom software também ajuda a definir a frequência e os dias de entrega de acordo com a rota e o volume de cada região;

 

  • Levante as dificuldades dos trajetos: você não quer ter problemas durante suas entregas, por isso, é essencial mapear regiões perigosas e volume de tráfego por horário para criar soluções que otimizem a distribuição de caminhões ou definir alternativas em caso de alguma eventualidade. Assim, você reduz os riscos de acidentes, atrasos, roubos e multas de trânsito;

 

  • Avalie as particularidades de cada cliente: é comum haver clientes que exijam horários de entregas ou proíbam o transporte de suas cargas junto com a de outras empresas. Essas particularidades devem ser levantadas e compiladas para que suas rotas e a distribuição da frota sejam feitas atendendo a cada uma dessas exigências.

 

A gestão de frotas precisa reduzir os custos operacionais e aumentar a produtividade para sobreviver no cenário competitivo de hoje. Seguindo essas dicas, você vai otimizar a distribuição de caminhões e melhorar os lucros da sua empresa!

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades diretamente no seu e-mail! Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima.

 

Gostou do nosso artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Outras novidades

20.09.2017
A movimentação de cargas é um ponto muito sensível de todo atacado distribuidor.
19.07.2017
É comum encontrar problemas com as entregas quando analisamos a logística de distribuição das empresas.
05.07.2017
As filas no trânsito são um grande problema da logística de distribuição atual e no controle de entregas. Qualquer motorista está sujeito a enfrentar engarrafamentos, seja na estrada, devido a falhas de infraestrutura, ou no momento de realizar a entrega para o...
Todas as novidades