menu

11 indicadores do perfil ideal de uma equipe de vendas

Em: Gestão
equipe-de-vendas

Aumentar o número de vendas é um objetivo ligado não somente à estratégia de mercado e planejamento, mas ao perfil da equipe.

Por isso, encontrar o perfil ideal de uma equipe de vendas se tornou um desafio para os gestores comerciais, que buscam profissionais com características distintas para ter um time multidisciplinar e completo. É importante lembrar que uma equipe de vendas é composta por mais do que apenas vendedores: são profissionais de diversas funções.

Além disso, cada membro do time de vendas agrega partes dos indicadores e não todos eles, o que significa que o gestor não vai encontrar um profissional com todas as características necessárias para uma equipe de vendas eficaz, mas colaboradores que, juntos, corroborem os objetivos comerciais da empresa.

O que é um perfil ideal?

Este perfil difere de acordo com o mercado em que a empresa atua, complexidade, objetivos de negócio, os produtos que vende, etc. No caso de empresas do mercado atacadista distribuidor, cada produto precisa ser oferecido de forma distinta, ou seja, indicadores como agressividade, detalhamento e senso de urgência variam conforme o que é distribuído.

O perfil ideal seria, então, aquele que garante que os processos sejam executados da melhor forma possível. Certamente, uma equipe que foque apenas no cumprimento das tarefas rotineiras e prazos de entrega não será ideal para nenhuma empresa.

11 indicadores diretos para uma equipe de vendas ideal

Encontrar pessoas que se encaixem no perfil da sua empresa e que tenham indicadores ideais para a equipe de vendas é um desafio para qualquer gestor. Mesmo quando eles encontram profissionais competentes, o time pode enfrentar problemas em campo, e isso acontece porque nem sempre o perfil desses colaboradores é adequado para as demandas de determinado mercado ou produto.

Abaixo, listamos 11 indicadores de perfis que os gestores do ramo de distribuição devem buscar na montagem da sua equipe de venda

1. Orientação por resultado

Um profissional que oriente suas ações por meio de resultados, geralmente, não precisa de tutoria constante. Isso porque a conquista dos objetivos e metas traçadas pelo gestor é sua bússola, e, até chegar lá, ele não vai parar de tentar.

2. Competitividade

Uma pessoa competitiva é persistente e adora desafios. Ambas as características são essenciais em um mercado que é igualmente disputado. Focado em resultado, esse profissional estará sempre superando metas e expectativas.

3. Agilidade

Há produtos que demandam senso de urgência na negociação e distribuição. Por isso, busque profissionais com iniciativa e autossuficiência. São eles que irão fazer acontecer e aumentar o ritmo das vendas.

De acordo com um estudo comportamental da Arquitetura Humana, empresa especializada em planejamento estratégico humano, os vendedores ágeis venderam R$ 34.853 a mais no mês que os colegas com ritmo mais lento.

4. Extroversão

Pessoas alegres e extrovertidas costumam tornar qualquer ambiente mais agradável, e profissionais com este perfil se relacionam com extrema facilidade e têm o dom para “seduzir” novos clientes.

No Brasil, este perfil é ainda mais importante, já que o relacionamento tem grande influência para o fechamento de vendas. Ainda de acordo com a pesquisa da Arquitetura Humana, os resultados foram expressivos: vendedores extrovertidos venderam a mais, R$ 26.104 no mesmo mês.

5. Meticulosidade

Uma pessoa meticulosa tende a analisar todas as informações que tem em mãos antes de tomar uma decisão. Por conta disso, seus trabalhos são geralmente bem executados, apresentando um alto grau de perfeição.

6. Constância

Profissionais constantes costumam ser do tipo planejadores. Eles são mais estáveis, pensam bastante antes de tomar uma decisão e, dificilmente, se arrependem. Não são profissionais que vão superar metas sempre, mas, com certeza, estarão na média, contribuindo para a manutenção dos negócios.

7. Cuidado e atenção aos detalhes

Atenção aos detalhes, ser metódico e seguir processos com organização são características fundamentais de um bom time de vendas. Este senso de responsabilidade e dedicação garante que as tarefas sejam cumpridas de maneira, no mínimo, satisfatória.

8. Improvisação

Adaptar a apresentação ao potencial cliente, utilizar certo senso de humor, usar a criatividade e improvisar são habilidades essenciais no dia a dia da equipe de vendas no mercado de distribuição.

Entender as necessidades do cliente e fazer mais com menos (ou até com praticamente nada) é o que garante vantagem competitiva no mercado.

9. Fechador de negócio

Uma pessoa com este perfil na equipe externa de vendas é fundamental. Geralmente, este profissional tem um poder de persuasão maior que a média, e é exatamente nele que os donos das empresas irão confiar na hora de assinar contratos e fechar negócios.

Por isso, esse profissional, geralmente, é o braço direito do gestor. O fechador de negócios não aceita o não como resposta final.

10. Alto Impacto

Profissionais que causam impacto no ambiente em que trabalham conseguem até R$ 70 mil a mais em vendas do que aqueles que não se fazem notar, de acordo com a pesquisa da Arquitetura Humana.

11. Intuição

A intuição pode ser usada para tomar decisões, reconhecer tendências, apostar em novos produtos e até em novos conceitos. Um profissional com esse “feeling” sabe da importância de, às vezes, dedicar um tempo para ouvir sua intuição.

Fica evidente que as competências técnicas são apenas alguns dos fatores que devem ser analisados na hora de montar uma equipe de vendas. Além disso, o gestor precisa concentrar sua decisão baseada nos indicadores mais relevantes de perfis, o que inclui conhecer os comportamentos e as habilidades emocionais do seu time. Assim, o trabalho em equipe poderá, de fato, aumentar a competitividade da empresa.

Inscrição na lista de tramissão do WhatsApp da Máxima Sistemas

Gostou do nosso artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Outras novidades

11.10.2017
Quando se trata de gestão de custos logísticos, é muito importante ter em mente que 12,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil é consumido com a logística, segundo levantamento divulgado pela
27.09.2017
A gestão de frotas de caminhões em um atacado distribuidor apresenta um conjunto único de desafios.
06.09.2017
Sem tempo de ler agora? Experimente ouvir o artigo, é só clicar no player abaixo. A gestão...
Todas as novidades